Quinta, 18 de Julho de 2024
20°

Tempo limpo

Redentora, RS

Ronda Policial Região noroeste

Assassinato de homem em Santo Ângelo está elucidado, diz Polícia Civil

11/07/2024 às 10h06
Por: Depto de Jornalismo . Fonte: Grupo Sepé
Compartilhe:
Foto: Reprodução/Arquivo pessoal
Foto: Reprodução/Arquivo pessoal

Para a Polícia Civil de Santo Ângelo, o caso da morte de Emerson Santos dos Reis, de 32 anos, está elucidado. O terceiro suspeito do crime foi preso recentemente no interior do município de São Valério do Sul. Outros dois indivíduos já haviam sido indiciados por extorsão mediante restrição de liberdade da vítima, com resultado morte, e por ocultação de cadáver, em Inquérito Policial remetido ao Judiciário. Outro suspeito, apontado pela investigação como organizador da ação, foi morto em confronto em Alvorada, em fato que não possuiu vínculo com o crime ocorrido na região das Missões, conforme a Polícia Civil.

Para que a recente prisão fosse realizada, o resultado da perícia realizada no veículo foi determinante, conforme o delegado Rafael dos Santos, titular da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco), de Santo Ângelo. Ainda de acordo com a autoridade policial, digitais foram encontradas na porta do banco traseiro. Diligências complementares foram realizadas para a localização do terceiro suspeito, sendo o mesmo natural de Braga, segundo a autoridade policial.

“Ele disse que estava residindo em Giruá, traficando a mando deste outro investigado que acabou sendo executado no município de Alvorada 20 dias após o crime e, depois, disso, no dia seguinte, ele disse que retornou para a região dele. Então o vínculo deste indivíduo era com um dos outros comparsas que a gente entendeu ser o indivíduo que coordenou essa ação criminosa. Então, inicialmente, foi a Giruá, ficou 30 dias traficando e aí, segundo ele, foi convidado por essa liderança, para a prática desse crime e depois se evadiu”, comenta o delegado.

O homem preso na sexta-feira (5) relatou aos policiais, conforme o delegado, que teria recebido R$ 5 mil. De acordo com a autoridade policial, ele possui antecedentes policiais por furtos.

Sobre o caso

Segundo a Polícia Civil, em 1° de fevereiro, Emerson foi surpreendido e rendido por três indivíduos quando chegava em sua residência no Bairro Rosenthal. Os indivíduos passaram a circular com a vítima no seu veículo, realizando PIX para a conta de outro comparsa, e também obrigando Emerson a fazer contatos com terceiros para transferência de valores. A vítima acabou sendo morta próximo ao amanhecer do dia seguinte, e seu corpo encontrado dias depois, em uma localidade no interior, entre municípios de Santo Ângelo e Giruá, segundo a Draco.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias