RD Online
Quarta, 25 de Maio de 2022
15°

Poucas nuvens

Redentora - RS

Especiais Massa de ar frio

Massa de ar frio vai acabar com a onda de calor entre quarta e quinta-feira no RS

Frente fria seguida de uma massa de ar mais frio vai estourar o domo de calor e encerrar período anormal de duas semanas de calor

23/01/2022 às 13h34 Atualizada em 23/01/2022 às 14h46
Por: Depto de Jornalismo . Fonte: Com informações da MetSul Meteorologia
Compartilhe:
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Ninguém aguenta mais tanto calor e a pergunta que todos se fazem é quando vai acabar este martírio de dias escaldantes e noites muito quentes que já dura quase duas semanas e sem trégua em algumas regiões do Rio Grande do Sul.

A histórica, longa e poderosa onda de calor vai acabar e será nesta semana com a chegada de uma massa de ar frio, mas antes haverá ainda alguns dias muito quentes. O território gaúcho está sob influência do que se denomina de domo ou cúpula de calor e que em Inglês é chamada de heat dome.

O que é isso? O verão significa clima quente – às vezes perigosamente quente – e ondas de calor extremas se tornaram mais frequentes nas últimas décadas por conta das mudanças climáticas. Às vezes, o calor escaldante fica aprisionado no que é chamado de cúpula de calor. Áreas de alta pressão, como cúpulas de calor, têm ar descendente (subsidência). Isso comprime o ar em direção ao solo e através da compressão aquece a coluna de ar.

Em suma, uma cúpula de calor é criada quando uma área de alta pressão permanece sobre a mesma área por dias ou até semanas, prendendo ar muito quente por baixo assim como uma tampa em uma panela. A massa de ar quente se expande verticalmente na atmosfera, criando uma cúpula de alta pressão que desvia os sistemas meteorológicos – como frentes frias – ao seu redor.

Por isso, uma sequência muito longa de dias com temperatura extremamente alta com marcas muito acima dos padrões históricos e com máximas que em alguns momentos chegaram a ficar até 10ºC acima das normais de janeiro. É o que explica o Rio Grande do Sul ter enfileirado até ontem 11 dias seguidos com máximas acima de 40ºC. 

 

Entre este domingo e terça, a massa de ar extremamente quente permanece sobre o estado, mantendo a temperatura em patamar muito elevado. A maior presença de umidade favorece pancadas de chuva e temporais isolados, especialmente da tarde para a noite, em que não se pode descartar vendavais isolados, chuva extrema em curto período muito localizada, e ocasional queda de granizo em setores bastante esparsos. 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias