RD Online
Quarta, 25 de Maio de 2022
15°

Poucas nuvens

Redentora - RS

Educação e Cultura Brasil

Saiba quais mudanças passam a valer a partir deste ano no ensino médio nas escolas públicas e privadas

Entre outros pontos, o novo formato prevê o aumento de horas letivas anuais e mudanças na grade curricular

12/01/2022 às 09h40
Por: Depto de Jornalismo . Fonte: O Sul
Compartilhe:
Foto: Agência Brasil
Foto: Agência Brasil

O novo ensino médio, previsto em uma lei aprovada em 2017, começa a ser implementado neste ano nas escolas públicas e privadas brasileiras.

Entre outros pontos, o novo formato prevê o aumento de horas letivas anuais, mudanças na grade curricular e até no objetivo do próprio ensino médio.

O que antes poderia ser visto como uma preparação para o ensino superior vai passar a ter um olhar voltado ao mercado de trabalho. Isso porque a etapa de ensino será integrada a cursos técnicos que farão o aluno deixar o ensino médio com um diploma de uma área específica.

A carga horária vai aumentar

Todas as escolas públicas e privadas terão que expandir o tempo dedicado ao ensino médio já a partir deste ano. O tempo de aula que era de, em média, quatro horas por dia, passará a cinco horas diárias. Com isso, no final do ano, o aluno terá cumprido mil horas letivas anuais, um aumento de 200 horas em comparação com o modelo anterior.

Até 2024, quando a primeira turma do novo ensino médio deverá estar concluindo a fase de ensino, os alunos terão cumprido 3 mil horas letivas. A lei não determina, no entanto, se o cumprimento da carga horária vai ser presencial ou a distância, mas a legislação permite que 30% do ensino médio noturno e 20% do diurno seja ministrado remotamente.

Nova grade curricular

Outra grande mudança do novo modelo de ensino médio que entra em vigor neste ano é a grade curricular. As disciplinas passarão a ser áreas do conhecimento, modelo já conhecido no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) e outros vestibulares.

São elas: linguagens e suas tecnologias, matemática e suas tecnologias, ciências da natureza e suas tecnologias e ciências humanas e sociais aplicadas. Essas áreas vão abranger todas as disciplinas que já são trabalhadas em aula atualmente. Portanto, nenhuma delas será removida da grade.

No novo modelo, os conteúdos serão trabalhadas de maneira integrada nas salas de aula. Assim, assuntos de artes poderão ser trabalhados junto aos conteúdos de história, por exemplo, integrando e relacionando duas áreas distintas.

Projeto de vida

Mais uma novidade que passa a integrar o ensino médio em 2022 é o chamado “projeto de vida”. Esse componente transversal será oferecido nas escolas para ajudar os jovens a entenderem suas aspirações, em um estilo de orientação.

O objetivo é ajudar o aluno a compreender o que ele quer para seu futuro, ao mesmo tempo que entende como a escola pode ajudá-lo a alcançar esse objetivo. Isso deve ser refletido, por exemplo, na escolha da eletiva que o estudante vai cursar. Não é especificado se essa orientação deve ser feita por um profissional especializado, como um psicólogo, ou se um professor ou profissional da unidade de ensino será responsável pela função.

Itinerários formativos

Outra grande novidade do modelo que pode ser aplicada em 2022 são os itinerários formativos. Eles serão optativos, escolhidos de acordo com a vontade do estudante e da oferta da instituição. As escolas podem oferecer as aulas já a partir deste ano, mas só serão obrigatórias em 2023.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias