RD Online
Quarta, 26 de Janeiro de 2022
22°

Poucas nuvens

Redentora - RS

Especiais Dor que vira amor

Órgãos de jovem morta a tiros no oeste catarinense salvam sete vidas em SC e SP

26/11/2021 às 17h49
Por: Depto de Jornalismo . Fonte: Com informações do ND Mais
Compartilhe:
Sabrina Thomazi teve a morte cerebral confirmada após ser atingida por um tiro na cabeça (Foto: Arquivo Pessoal)
Sabrina Thomazi teve a morte cerebral confirmada após ser atingida por um tiro na cabeça (Foto: Arquivo Pessoal)

A família de Sabrina Thomazi, de 21 anos, assassinada com um tiro na cabeça em Chapecó, no Oeste de Santa Catarina, autorizou nesta quarta-feira, dia 24, a doação dos órgãos da jovem. O procedimento ocorreu no HRO (Hospital Regional do Oeste), onde Sabrina ficou internada até a última terça-feira, dia 23, quando teve morte cerebral.

A doação do coração, fígado, rins, pâncreas e globos oculares ajudará a salvar a vida de outras sete pessoas nos estados de Santa Catarina e São Paulo.

O pai de Sabrina, Diego Thomazi, relatou que a decisão de doar os órgãos foi muito difícil apesar dele e da esposa serem doadores.

"Devido ao momento de dor, o coração não aceita a morte, então a decisão demorou um pouco a ser tomada. Após conversa com familiares todos incentivaram esse gesto e também era o desejo dela. A doação, de alguma forma, nos faz sentir que em um pedacinho dela continua vivo. Nos faz ter forças para seguir em frente”, disse.

Captação dos órgãos

O coração de Sabrina foi captado por uma equipe de São Paulo e os demais órgãos por uma equipe de Santa Catarina. “Os receptores e os hospitais onde serão feitos os transplantes são sigilosos, nem mesmo a família fica sabendo.”

A coordenadora explica que cada órgão doado tem um tempo máximo para ser transplantado. O coração é de 4 horas, o fígado de 6 a 8 horas, rim é de até 36 horas, porém é priorizado o prazo máximo de 24 horas, os globos oculares têm prazo de 14 dias e o pâncreas de 6 horas.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias