RD Online
Anúncio Rádio RD Online
UNOPAR INFE
Clean Lar
Mânica Contabilidade
Farmácia Santa Inês Rede Associadas
Banner Site
Laboratório Santo Antônio Análises Clínicas de Coronel Bicaco
Cotricampo
UNOPAR VESTIBULAR
JL MÓVEIS E ESQUADRIAS REDENTORA
RD ANÚNCIO G
Casa Nova de Redentora
C-TEC REDENTORA
Vital Seg Serviços de Segurança do Trabalho e Saúde Ocupacional
CS CLIMATIZAÇÃO EM TENENTE PORTELA
Agroredenção
Mecânica e Auto Elétrica Pampa
Physical Life Stúdio de Musculação
Santos Monitoramento
Via Tec telecom
JP Celulares Redentora
Lemarco
Cervejaria da Praça

Bombeiros que morreram em incêndio na SSP recebem promoção póstuma

15/09/2021 09h21
Por: Depto de Jornalismo
Fonte: Gaúcha ZH
O tenente Almeida (E) e o o sargento Munhós (D) perderam a vida no incêndio que atingiu a SSP em julho. Foto: CBMRS / Divulgação
O tenente Almeida (E) e o o sargento Munhós (D) perderam a vida no incêndio que atingiu a SSP em julho. Foto: CBMRS / Divulgação

Os dois bombeiros que morreram durante o combate ao incêndio que destruiu a sede da Secretaria da Segurança Pública (SSP) receberam uma promoção póstuma.

O processo de promoção post-mortem, feito pelo governador Eduardo Leite, foi publicado no Diário Oficial do Estado nesta terça-feira (14) e se destina a servidores da segurança pública que perdem a vida durante a atividade profissional, impactando nas pensões destinadas aos familiares das vítimas.

Nesta terça-feira, completam-se dois meses do desabamento do edifício-sede da SSP, o que levou à morte do sargento Lúcio Ubirajara de Freitas Munhós, 51 anos, e do tenente Deroci de Almeida da Costa, 46.

— É um reconhecimento do Estado pelo ato de bravura, pela circunstância da morte e pela ação deles durante a ocorrência. É também uma forma de dar uma melhor assistência aos familiares — explica o comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militares, tenente-coronel César Bonfanti.

O vice-governador do Estado e secretário de Segurança Pública, Ranolfo Vieira Júnior, afirmou que a SSP reforça seu reconhecimento aos servidores e sua total solidariedade e apoio aos familiares.

— A publicação das promoções extraordinárias post-mortem concretizam o nosso mais profundo reconhecimento pela coragem e comprometimento desses dois heróis que honraram até o fim o juramento da missão de proteger a sociedade gaúcha, mesmo com o risco da própria vida.

Benefício post-mortem

A Lei Complementar Estadual nº 11.000, de 1997, define as promoções e benefícios aos servidores da Segurança Pública e familiares por ações no exercício de suas funções. No caso dos bombeiros militares do Corpo de Bombeiros Militar (CBMRS), 1º tenente Deroci de Almeida da Costa e o 2º sargento Lúcio Ubirajara de Freitas Munhós, ambos servidores de carreira de nível médio, o benefício se enquadra no artigo 3º que dispõe:

"Art. 3º - Para os servidores das carreiras de nível médio dos quadros referidos no artigo 1º desta Lei Complementar, a promoção extraordinária, exceto a decorrente de ato de bravura, que observará o disposto no artigo anterior, corresponderá à percepção de parcela adicional, em valor equivalente à diferença entre o vencimento ou soldo inicial e o final das respectivas carreiras".

Os dois, portanto, vão receber, além do salário regular para os respectivos cargos, um adicional com a diferença entre o início da carreira de nível médio (soldado) e o topo da carreira de nível médio (tenente).

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.