RD Online
Laboratório Santo Antônio Análises Clínicas de Coronel Bicaco
Cotricampo
Vital Seg Serviços de Segurança do Trabalho e Saúde Ocupacional
Casa Nova de Redentora
C-TEC REDENTORA
CS CLIMATIZAÇÃO EM TENENTE PORTELA
RD ANÚNCIO G
Physical Life Stúdio de Musculação
Lemarco
JL MÓVEIS E ESQUADRIAS REDENTORA
Banner Site
Farmácia Santa Inês Rede Associadas
UNOPAR VESTIBULAR
Clean Lar
Santos Monitoramento
UNOPAR INFE
Cervejaria da Praça
Mecânica e Auto Elétrica Pampa
JP Celulares Redentora
Via Tec telecom
Anúncio Rádio RD Online
SOLIDARIEDADE

Secretaria da Administração Penitenciária inicia distribuição de cestas básicas - RD Foco

.

24/06/2021 09h10
Por: Depto de Jornalismo
Fonte: Sue Gotardo/Ascom Seapen/Secom
Além de familiares de apenados, doações irão para indígenas, quilombolas, pessoas com deficiência, idosos, entre outros - Foto: Divulgação / Defesa Civil / Arquivo
Além de familiares de apenados, doações irão para indígenas, quilombolas, pessoas com deficiência, idosos, entre outros - Foto: Divulgação / Defesa Civil / Arquivo

Cerca de 60 mil famílias gaúchas serão beneficiadas por uma ação da Secretaria da Administração Penitenciária (Seapen) que vai distribuir cestas básicas para familiares e indicados de apenados no Rio Grande do Sul. A iniciativa faz parte da campanha RS Urgente: a fome não espera.

As cestas básicas, compostas por alimentos não perecíveis, foram doadas pela Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias à Defesa Civil e serão utilizadas para amenizar as consequências da pandemia do coronavírus.

Para o secretário da Administração Penitenciária, Mauro Hauschild, a ação é muito importante, especialmente neste momento de pandemia. "É neste sentido que desde o ano passado, ainda à frente da Secretaria de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos (SJCDH), e agora na Secretaria da Administração Penitenciária, procuramos atender as populações mais vulneráveis da melhor forma”, acrescenta.

Das 60 mil cestas básicas, cerca de 30 mil serão distribuídas para familiares de apenados, cerca de 25 mil para indígenas, quilombolas, pessoas com deficiência, idosos, imigrantes e mulheres em situação de vulnerabilidade social, grupos indicados pela SJCDH, e em torno de 500 cestas para familiares e indicados de socioeducandos da Fase.

“É nosso desejo levar mais alento e conforto para as pessoas neste momento de pandemia. Somos gratos pelo trabalho árduo da Defesa Civil e de muitos outros com quem podemos servir juntos neste esforço”, afirma Élder Joni L. Koch, 2º Conselheiro na Presidência da Área Brasil da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias.

Interessados em fazer doações devem contatar a Central de Doações da Defesa Civil Estadual, no Centro Administrativo do Estado, na avenida Borges de Medeiros, 1.501, bairro Praia de Belas, Porto Alegre.

O horário de atendimento é de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 18h. As doações devem ser agendadas previamente, evitando aglomerações, pelo telefone (51) 3288-6781.

 

Texto: Sue Gotardo/Ascom Seapen

Edição: Secom

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.