RD Online
C-TEC REDENTORA
Santos Monitoramento
Farmácia Santa Inês Rede Associadas
UNOPAR INFE
JL MÓVEIS E ESQUADRIAS REDENTORA
Cotricampo
RD ANÚNCIO G
Anúncio Rádio RD Online
Banner Site
Mecânica e Auto Elétrica Pampa
Estofaria e Vidraçaria Fanezzi
Via Tec telecom
Cervejaria da Praça
Barbearia e Lancheria Stein
JP Celulares Redentora
Casa Nova de Redentora
CS CLIMATIZAÇÃO EM TENENTE PORTELA
Vital Seg Serviços de Segurança do Trabalho e Saúde Ocupacional
Lemarco
Zé Automóveis Multimarcas
Auto Posto Gemelli
UNOPAR VESTIBULAR
Laboratório Santo Antônio Análises Clínicas de Coronel Bicaco

Último envolvido no resgate de preso que resultou na morte de agente penitenciário morre em confronto com a Brigada Militar em Caxias do Sul

09/06/2021 20h57
Por: Depto de Jornalismo .
Fonte: Portal Leouve
Foto: Mauro Teixeira/Grupo RSCOM
Foto: Mauro Teixeira/Grupo RSCOM

Um confronto com a Brigada Militar resultou na morte do último envolvido no ataque à UPA que resultou na morte de um agente da Susepe. O fato aconteceu, no início da noite desta quarta-feira (9), na rua Luís Covolan, no bairro Reolon, na Zona Oeste de Caxias do Sul.

De acordo com o Comandante do 12º BPM, Major Ubirajara, o indivíduo morto trata-se de Alex Aniceto dos Reis, 46 anos, último integrante da quadrilha que provocou ação de resgate do apenado Guilherme Fernando Mendonza Huff, na madrugada da última segunda-feira (07), na UPA Zona Norte.

Conforme informações do comandante, o serviço de inteligência da BM recebeu a informação de que o acusado estaria andando pela via. “Uma equipe da P2 foi até o local para confirmar a informação, mas foi recebida a tiros pelo indivíduo, houve reação dos policiais que acabaram matando-o no confronto”, afirmou ele.

O local onde houve o confronto foi isolado pela Brigada Militar, à espera da chegada da Polícia Civil, instituto médico legal (IML), e Perícia.

Outras prisões no dia de hoje:

Na manhã desta quarta-feira,Guilherme Fernando Mendonza Huff, foi encontrado morto no apartamento do andar térreo de um prédio residencial na avenida Independência, em Porto Alegre. Ele tirou a própria vida no momento da chegada dos agentes da DPHPP de Caxias do Sul com apoio da Brigada Militar no local.

No imóvel foi detido um dos participantes da invasão do posto de saúde. Um outro cúmplice foi capturado na rua Santa Cecília, no bairro Santa Cecília, também na Capital. Já o terceiro criminoso foi preso em Portão.

A mulher de Guilherme Huff foi capturada em Três Cachoeiras. O mentor do ataque, um apenado, recebeu a ordem judicial de prisão dentro da Penitenciária Estadual de Caxias do Sul. Todos os cinco suspeitos estão com as prisões temporárias decretadas.

Guilherme foi quem matou o agente penitenciário Clóvis Antônio Roman, 54 anos, na UPA Zona Norte. Ele se apossou da pistola calibre 40, de outro agente, de 42 anos, ferido e caído depois de ter sido baleado no tiroteio dentro da unidade de saúde. Com a arma, o apenado executou a vítima. A pistola foi recuperada no apartamento em que estava em Porto Alegre.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.