RD Online
Quarta, 08 de Dezembro de 2021
30°

Tempo aberto

Redentora - RS

Concursos

Governo do Estado autoriza concursos públicos para preencher 3,4 mil vagas

15/04/2021 às 16h40
Por: Depto de Jornalismo . Fonte: Gaúcha ZH
Compartilhe:
Eduardo Leite, o procurador-geral Eduardo Cunha da Costa e o secretário de Planejamento, Claudio Gastal, em anúncio da autorização de concursos nesta quinta-feira. Foto: tamar Aguiar,Palácio Piratini / Divulgação
Eduardo Leite, o procurador-geral Eduardo Cunha da Costa e o secretário de Planejamento, Claudio Gastal, em anúncio da autorização de concursos nesta quinta-feira. Foto: tamar Aguiar,Palácio Piratini / Divulgação

Sem arriscar a previsão de um cronograma, o governo do Estado autorizou nesta quinta-feira (14) a realização de concursos para preencher 3.429 vagas no serviço público. A maioria será para novos professores — 1,5 mil.

Segundo o governador Eduardo Leite, o anúncio é possível devido aos ajustes na administração e cortes de gastos. Além disso, os servidores ingressarão já no novo regime de previdência. Mas o governo não apresentou qualquer previsão de início do processo e sequer estimativa de realização ainda em 2021.

— Esta é a autorização para os concursos, o edital não vai sair em seguida. Ainda haverá as comissões nas secretarias envolvidas, a etapa de aprovação. Ainda teremos a contratação de quem aplicará as provas, depois será lançado o edital da seleção — explicou o governador, na apresentação.

Questionada sobre um cronograma, a Secretaria de Planejamento, Governança e Gestão reforçou que confirmar uma data dependerá da velocidade em que andarem as etapas seguintes do processo, a primeira delas sendo uma discussão nas secretarias sobre as vagas que serão oferecidas (veja relação abaixo).

Outros 259 aprovados em concursos serão chamados até fevereiro, 220 deles para a Secretaria Estadual da Fazenda e outros 39 para a de Planejamento. Essas nomeações terão repercussão anual futura de cerca de R$ 62 milhões.

— A situação fiscal delicada do Rio Grande do Sul e a crise que enfrentamos neste momento exigem que essas decisões sejam avaliadas com senso de urgência, responsabilidade fiscal e planejamento de longo prazo para que o poder público siga em condições de cumprir sua missão — disse Leite.

Os demais custos dependerão do tempo entre a realização dos concursos e a efetiva nomeação dos aprovados, que pode ocorrer em até cinco anos, considerando um prazo médio para realizar os certames e a validade máxima de quatro anos. As reposições imediatas e as autorizações para novas seleções foram autorizadas pelo Grupo de Assessoramento Especial (GAE).

Autorização para novos concursos

Devem ser 3.429 vagas, e as chamadas dependerão de novas autorizações:

SECRETARIA DA SAÚDE: 948 vagas

  • Sendo 750 especialistas em saúde e 198 técnicos em saúde.
  • O último concurso realizado pela SES foi em 2014, sendo que a chamada mais recente ocorreu em 2018.
  • Nos últimos cinco anos, a SES teve 774 cargos vagos decorrentes de aposentadorias, falecimentos e exonerações.

SECRETARIA DA EDUCAÇÃO: 1,5 mil vagas para professores

  • Há elevado número de aposentadorias, com 3.463 publicadas em 2019 e 559 em 2020. Outras 2 mil aguardam análise e publicação, sendo necessária a substituição do quadro para o atendimento às 2.384 unidades escolares.
  • O último concurso para professores foi em 2013, tendo sido nomeados até 2017 um total de 9.469 educadores. Há cerca de 19.980 professores em contrato temporário.

PROCURADORIA-GERAL DO ESTADO (PGE): 19 vagas

  • Para procurador do Estado, 59 analistas e 31 técnicos administrativos e em informática.
  • Os aprovados da PGE são de concursos de 2016 e 2014.

FUNDAÇÃO ORQUESTRA SINFÔNICA DE PORTO ALEGRE (FOSPA): 16 vagas

  • Para músicos (solista, assistente e fila).
  • O último concurso foi realizado em 2014 e a ultima nomeação, em 2018.

INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DO ESTADO DO RS (IPE PREV): 72 vagas

  • Sendo 34 analistas em previdência, 34 assistentes em previdência e quatro peritos e auditores médicos.
  • O IPE Prev teve o último ingresso de servidores em 2017, na época conjuntamente com o IPE Saúde.

INSTITUTO DE ASSISTÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO RS (IPE SAÚDE): 98 vagas

  • Sendo 51 analistas de gestão em saúde e 47 técnicos de gestão em saúde. Essa medida dará sequência aos projetos de reestruturação do instituto, inclusive a Lei 15.472/2020.

CENTRAIS DE ABASTECIMENTO DO RIO GRANDE DO SUL (CEASA): 10 vagas

  • Sendo oito analistas e dois agentes técnicos para suprir a carência de pessoal próprio e devido à elevada idade média do quadro atual.

SECRETARIA DE PLANEJAMENTO, GOVERNANÇA E GESTÃO (SPGG): 676 vagas

  • São previstas 623 vagas para analistas de projetos e políticas públicas do Estado (carreira transversal), sem reposições desde 2018.
  • O plano prevê reposição futura da carreira de analista de planejamento, sendo estimadas 53 vagas.

Nomeações de aprovados

Também está prevista a nomeação de 259 servidores, divididos da seguinte forma:

SECRETARIA DA FAZENDA (SEFAZ): 220 cargos

  • Relativas a concursos públicos de 2017 e 2018 já homologados e que têm validade até 2021 e 2022.
  • Mais de 50% dos cargos existentes na Fazenda não estão preenchidos e cerca de 300 servidores têm possibilidade de aposentadoria até 2022.

SECRETARIA DE PLANEJAMENTO, GOVERNANÇA E GESTÃO (SPGG): 39 cargos

  • Para a carreira de analista de planejamento, orçamento e gestão nas áreas de planejamento, gestão de projetos, captação de recursos e orçamento.
  • Não houve ingressos nos últimos 10 anos para a Carreira.
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias