RD Online
Decorações, Festas e Eventos Arco-Íris
C-TEC REDENTORA
Lemarco
Estofaria e Vidraçaria Fanezzi
Casa Nova de Redentora
Laboratório Santo Antônio Análises Clínicas de Coronel Bicaco
Via Tec telecom
Anúncio Rádio RD Online
UNOPAR INFE
Farmácia Santa Inês Rede Associadas
UNOPAR VESTIBULAR
Barbearia e Lancheria Stein
RD ANÚNCIO G
Zé Automóveis Multimarcas
Vital Seg Serviços de Segurança do Trabalho e Saúde Ocupacional
Cotricampo
CS CLIMATIZAÇÃO EM TENENTE PORTELA
Banner Site
Auto Posto Gemelli
Cervejaria da Praça
ASM Oficina de Música
Santos Monitoramento
JL MÓVEIS E ESQUADRIAS REDENTORA
Mecânica e Auto Elétrica Pampa
JP Celulares Redentora
Jucerlei Dutra Advocacia

Governo do RS deve confirmar flexibilização de restrições ao comércio no final de semana

08/04/2021 09h26
Por: Depto de Jornalismo .
Fonte: correio do Povo
Foto: Ricardo Giusti
Foto: Ricardo Giusti

A reunião do Gabinete de Crise do RS desta quinta-feira deve definir a ampliação do horário de funcionamento das atividades econômicas na Capital e nos municípios da Região Metropolitana. Mesmo sem confirmar as mudanças, o governador Eduardo Leite afirmou nesta quarta-feira no Paço Municipal, após reunião com o prefeito Sebastião Melo, que a redução da ocupação dos leitos de UTI do SUS e a redução da taxa de contágio pelo coronavírus no Rio Grande do Sul permitem avançar nas discussões sobre as flexibilizações das restrições às atividades econômicas. Conforme Leite, a decisão deve sair até o final da semana.

Ao citar indicadores que apontam redução da taxa de contágio pela Covid-19, Leite afirmou que estudos científicos revelam que o momento mais crítico de disseminação do vírus ocorreu no final de fevereiro. Por conta disso, o governador reforçou que o Palácio Piratini reúne informações suficientes para fazer ‘movimentos com responsabilidade’. E destacou o retorno da cogestão e o funcionamento do comércio em horário comercial. “Projetamos que agora possamos avançar no sentido de que possam funcionar no final de semana. E que possamos avançar no horário noturno para que restaurantes possam funcionar”, afirmou. 

O governador alertou que a flexibilização do horário de funcionamento das atividades econômicas não significa ‘simplesmente uma volta ao normal’. “É importante que se mantenha distanciamento, se observe o número de mesas, com público restrito por mesa para não virar festa ou algo que descuide dos protocolos”, ressaltou. Para garantir a ampliação do horário de funcionamento, o Estado exigiu planos de fiscalização das prefeituras. O objetivo é definir um procedimento padrão, sem regras específicas para cada cidade. “Temos que garantir a observação desses protocolos. Por isso a importância dos planos de fiscalização”, alertou. 

Nesta quinta-feira, o Gabinete de Crise vai avaliar a consistência dos planos de fiscalização elaborados pelas prefeituras. Leite salientou que a Secretaria de Segurança Pública (SSP) deve estar articulada regionalmente com as prefeituras para definir o papel das forças de segurança na fiscalização dos protocolos de distanciamento. A deliberação sobre o tema deve ocorrer até o final de semana. “Queremos estabelecer esse cronograma na forma como ele vai se dar para retorno das atividades ao longo do mês de abril. Queremos que seja o mais rápido possível”, salientou. 

Ao destacar que aceitou convite para integrar o Gabinete de Crise, Melo ressaltou que técnicos da prefeitura também vão participar das reuniões do grupo. O prefeito confirmou que mais de 273 mil pessoas já foram vacinadas com a primeira dose da vacina contra a Covid-19, o que representa 18,3% da população, e destacou o posicionamento das prefeituras da Região Metropolitana para abertura do comércio. “Já tinham se posicionado achando que as cidades deveriam funcionar de segunda a segunda com os mesmo protocolos rígidos”, destacou. “Estamos defendendo que restaurantes pudessem funcionar até 22h. E academias, feiras livres, buffet pudessem voltar a funcionar como funcionavam antes”, completa.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.