RD Online
Barbearia e Lancheria Stein
Jucerlei Dutra Advocacia
RD ANÚNCIO G
Vital Seg Serviços de Segurança do Trabalho e Saúde Ocupacional
Zé Automóveis Multimarcas
ASM Oficina de Música
Lemarco
Cervejaria da Praça
JL MÓVEIS E ESQUADRIAS REDENTORA
C-TEC REDENTORA
Casa Nova de Redentora
Banner Site
UNOPAR INFE
CS CLIMATIZAÇÃO EM TENENTE PORTELA
Auto Posto Gemelli
Estofaria e Vidraçaria Fanezzi
UNOPAR VESTIBULAR
Farmácia Santa Inês Rede Associadas
Anúncio Rádio RD Online
Santos Monitoramento
Cotricampo
Mecânica e Auto Elétrica Pampa
Decorações, Festas e Eventos Arco-Íris
JP Celulares Redentora
Laboratório Santo Antônio Análises Clínicas de Coronel Bicaco
Via Tec telecom

Novo lote de vacinas chega nesta quarta-feira ao RS

24/02/2021 10h00
Por: Depto de Jornalismo .
Fonte: Gaúcha ZH
Foto: RD Foco
Foto: RD Foco

A Secretaria Estadual da Saúde (SES) confirmou, na manhã desta quarta-feira (24), a chegada de um novo lote de vacinas contra a covid-19 ao Estado, desta vez de Oxford/AstraZeneca. A previsão é de que as 135 mil doses do imunizante cheguem por volta das 11h30min ao aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre.

Essa é a segunda remessa do imunizante desenvolvido pela Universidade de Oxford e pelo laboratório AstraZeneca, que tem parceria no Brasil com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), que chega ao Estado. A primeira, de 116 mil doses, foi em 24 de janeiro.

Além desse imunizante, o Rio Grande do Sul já recebeu três lotes de CoronaVac, vacina desenvolvida pela Sinovac em parceria com o Instituto Butantan. O primeiro lote, com 341,8 mil, chegou em 18 de janeiro, quando se deu início à campanha de vacinação.  No dia 1º de fevereiro, mais 53,4 mil doses desembarcaram no Estado. A última remessa de CoronaVac recebida foi no dia 7 deste mês, quando chegaram 193,2 mil doses.

Em entrevista ao programa Estúdio Gaúcha na noite de terça-feira (23), a secretária estadual da Saúde, Arita Bergmann, afirmou que os imunizantes que o Estado deve receber nos próximos dias, entre Oxford e CoronaVac, devem ser usados para garantir a segunda dose de quem precisa e, se possível, para ampliar a imunização de idosos para a faixa a partir dos 80 anos. 

Conforme informações repassadas pelo Ministério da Saúde, as 135 mil doses de Oxford serão destinadas para a primeira dose dos grupos prioritários. Outras 84,2 mil CoronaVac, que devem chegar nos próximos dias, serão para primeira e segunda doses.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.