RD Online
Vital Seg Serviços de Segurança do Trabalho e Saúde Ocupacional
Cotricampo
C-TEC REDENTORA
Cervejaria da Praça
Ceducar Centro Educacional Carla Renati Andriguetto
JL MÓVEIS E ESQUADRIAS REDENTORA
Casa Nova de Redentora
Lancheria e Barbearia Stein
JP Celulares Redentora
Auto Posto Gemelli
ZÉ AUTOMÓVEIS
CENTER MÓVEIS REDENTORA
UNOPAR INFE
Decorações, Festas e Eventos Arco-Íris
Jocelia Borges
UNOPAR VESTIBULAR
Lemarco
Via Tec telecom
Joalheria, Floricultura e Casa das Linhas Pereira
Estofaria e Vidraçaria Fanezzi
CS CLIMATIZAÇÃO EM TENENTE PORTELA
RD ANÚNCIO G
ASM Oficina de Música
Anúncio Rádio RD Online
Banner Site
Mecânica e Auto Elétrica Pampa

Menina de cinco anos morre após tiro acidental dado por sobrinho de 4 anos em MG

23/02/2021 11h06
Por: Depto de Jornalismo .
Fonte: O Tempo
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Uma criança de 5 anos foi morta por um tiro acidental dado por um menino de 4 anos em João Pinheiro, no Noroeste de Minas Gerais. O caso aconteceu no último sábado (20). A vítima é tia do menino de 4 anos e a arma era do pai da menina que morreu e avô da criança que atirou. A ocorrência foi registrado na zona rural da cidade.

Segundo a Polícia Militar, familiares contaram que estavam na cozinha e que as crianças estavam na sala vendo televisão e brincando. Os adultos escutaram um barulho de tiro e quando chegaram à sala já encontraram a criança caída e ensangüentada e o menino com a arma na mão. 

A pequena chegou a ser socorrida para o hospital municipal da cidade, mas já chegou ao local sem vida. Forma feitas técnicas de reanimação, mas sem sucesso. Segundo o dono da arma, ela sempre ficava guardada em local com tranca e ele não sabe como o neto teve acesso ao revólver. 

O pai da menina morta e avô da criança que atirou precisou de atendimento médico. Ele foi medicado e levado para a Delegacia de Polícia Civil. O corpo da criança foi levado para o Instituto Médico-Legal de Paracatu, na mesma região. 

Na casa onde ocorreu o acidente, foram apreendidas duas garruchas uma calibre .38 e outra calibre .22, quatro cartuchos calibre 38, cinco cartuchos .22 de festim, um cartucho .22, cinco cartuchos .32 de festim e 11 cartuchos calibre 32.

Em nota, a Polícia Civil informou que um procedimento investigatório irá apurar os fatos, e o Conselho Tutelar foi acionado para acompanhar a criança.

A arma do crime foi apreendida. "Como determina a lei, o suspeito foi ouvido e foi liberado após o pagamento de fiança arbitrada", disse.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.