RD Online
CENTER MÓVEIS REDENTORA
JP Celulares Redentora
CS CLIMATIZAÇÃO EM TENENTE PORTELA
Casa Nova de Redentora
Decorações, Festas e Eventos Arco-Íris
Mecânica e Auto Elétrica Pampa
JL MÓVEIS E ESQUADRIAS REDENTORA
Ceducar Centro Educacional Carla Renati Andriguetto
C-TEC REDENTORA
Via Tec telecom
Banner Site
Cotricampo
ZÉ AUTOMÓVEIS
Estofaria e Vidraçaria Fanezzi
Vital Seg Serviços de Segurança do Trabalho e Saúde Ocupacional
RD ANÚNCIO G
Auto Posto Gemelli
ASM Oficina de Música
Lancheria e Barbearia Stein
Jocelia Borges
Cervejaria da Praça
Anúncio Rádio RD Online
Lemarco
Joalheria, Floricultura e Casa das Linhas Pereira
UNOPAR INFE
UNOPAR VESTIBULAR

Brincadeira de mau gosto mata mulher no porta-malas de carro na BR 277

22/02/2021 16h46Atualizado há 2 semanas
Por: Depto de Jornalismo .
Fonte: Banda B
Foto: Grupo SC/Curitubanos
Foto: Grupo SC/Curitubanos

Uma brincadeira de mau gosto, como definiu a Polícia Rodoviária Federal (PRF), matou uma passageira que era levada no porta-malas de um carro na BR-277, em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba. De acordo com os ocupantes do automóvel, todos eram “amigos de festa” e retornavam para casa quando uma das passageiras teria puxado o volante, fazendo o motorista de 19 anos perder o controle nas proximidades da fábrica da Renault.

De acordo com testemunhas, o veículo já estaria andando em ziguezague metros antes do acidente, o que confirmaria a realização da brincadeira. A vítima foi arremessada para fora do Ford Focus após impacto do veículo contra a mureta do canteiro central da rodovia.

Em entrevista à Banda B, o motorista de 19 anos confirmou um “equívoco” da amiga que estava no banco da frente. “Na verdade, a gente foi para São José dos Pinhais procurar um motel, mas como não estávamos com muito dinheiro, ela (a vítima) deu a ideia de ir no banco de trás, para poder se esconder na entrada. Como não encontramos nenhum motel com vaga, a gente decidiu retornar para casa, na Borda do Campo, mas ela ainda sim recusou sentar no banco de trás por ser pertinho”, disse.

A PRF realizou teste do bafômetro no motorista, que constatou a presença de álcool: 0,05 miligramas de álcool por litro de ar expelido.

Segundo o próprio motorista, porém, a amiga que puxou o volante estaria bêbada. “Um pouco antes do acidente, eu fui ultrapassar um veículo e voltei para a minha pista, mas acabei dando uma balançadinha. Essa minha amiga gostou e disse para eu fazer de novo. Como ela estava meio bêbada, puxou o volante e eu não consegui ter controle mais”, relatou.

Irresponsabilidade

Para o policial rodoviário federal Esteves, o acidente demonstra a irresponsabilidade dos ocupantes do carro. “É o consumo de bebida alcoólica aliado com um pouco de irresponsabilidade. Por ser uma brincadeira, é uma ocorrência que não é comum, mas que poderia ser totalmente evitado”, lamentou.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.