RD Online
Ceducar Centro Educacional Carla Renati Andriguetto
UNOPAR VESTIBULAR
JP Celulares Redentora
Cotricampo
Casa Nova de Redentora
Mecânica e Auto Elétrica Pampa
Via Tec telecom
Lemarco
CENTER MÓVEIS REDENTORA
CS CLIMATIZAÇÃO EM TENENTE PORTELA
Auto Posto Gemelli
C-TEC REDENTORA
RD ANÚNCIO G
Banner Site
Jocelia Borges
Lancheria e Barbearia Stein
Anúncio Rádio RD Online
Cervejaria da Praça
ASM Oficina de Música
Vital Seg Serviços de Segurança do Trabalho e Saúde Ocupacional
ZÉ AUTOMÓVEIS
JL MÓVEIS E ESQUADRIAS REDENTORA
UNOPAR INFE
Decorações, Festas e Eventos Arco-Íris
Joalheria, Floricultura e Casa das Linhas Pereira
Estofaria e Vidraçaria Fanezzi

Menino de 2 anos fica com panela presa na cabeça. Veja o vídeo

16/01/2021 10h17Atualizado há 2 meses
Por: Depto de Jornalismo .
Fonte: G1

Um menino de 2 anos ficou com uma panela presa na cabeça enquanto brincava em casa na última quinta-feira, 14, em Ouro Preto do Oeste (RO). O caso ganhou notoriedade após o Corpo de Bombeiros publicar o vídeo do momento em que fazia a retirada da panela da cabeça da criança com uma ferramenta de corte.

A mãe do Pietro Henrique, Thaysla Silva, contou que a criança estava brincando e que precisou sair para fazer uma ligação. Quando voltou, a criança já estava com a panela presa.

"Ontem ele estava brincando e tive que ir na vizinha para fazer uma ligação, porque o meu telefone tinha estragado e simplesmente ele pegou um caneco e botou na cabeça", explicou a mãe.

Segundo o Corpo de Bombeiros, que foi acionado para fazer a retirada da panela, quando chegaram na residência da família, a mãe da criança já estava na rua pedindo ajuda.

"Quando nós constatamos que não havia como retirar a panela da cabeça da criança, utilizamos as ferramentas de corte e pedimos para que a mãe segurasse a criança", explicou o bombeiro.

Pietro não ficou com nenhum tipo de machucado no rosto e segundo a avó da criança, a família espera por um atendimento com um médico neurologista na capital.

"O Pietro é uma criança especial, ele toma remédio controlado. Ele é muito imperativo. Ele foi encaminhado para o neurologista em Porto velho, mas devido às condições que a gente não tem, a gente não levou ainda", explicou a avó da criança.

 

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.