RD Online
Lancheria e Barbearia Stein
Banner Site
JL MÓVEIS E ESQUADRIAS REDENTORA
Anúncio Rádio RD Online
Estofaria e Vidraçaria Fanezzi
Auto Posto Gemelli
ZÉ AUTOMÓVEIS
UNOPAR VESTIBULAR
Casa Nova de Redentora
CS CLIMATIZAÇÃO EM TENENTE PORTELA
C-TEC REDENTORA
Joalheria, Floricultura e Casa das Linhas Pereira
RD ANÚNCIO G
Lemarco
JP Celulares Redentora
CENTER MÓVEIS REDENTORA
Ceducar Centro Educacional Carla Renati Andriguetto
Via Tec telecom
Vital Seg Serviços de Segurança do Trabalho e Saúde Ocupacional
UNOPAR INFE
Cervejaria da Praça
Mecânica e Auto Elétrica Pampa
Cotricampo
UTI COVID

Governador inicia novo processo de expansão hospitalar com entrega de 10 leitos de UTI para Covid em Cruz Alta

Com os novos leitos, Hospital São Vicente de Paulo duplica capacidade de atender pacientes com coronavírus

13/01/2021 14h45
Por: Depto de Jornalismo
Fonte: Vanessa Kannenberg/Marcelo Flach/Secom
Governador disse que pandemia não acabou:
Governador disse que pandemia não acabou: "é preciso esforço de todos para reduzir o contágio" - Foto: Felipe Dalla Valle / Palácio Piratini

Ao dar início ao processo de abertura e reativação de leitos de UTI diante do possível aumento de casos de Covid-19 no Estado, o governador Eduardo Leite entregou, nesta quarta-feira (13/1), 10 leitos novos leitos de UTI adulto SUS no Hospital São Vicente de Paulo, no município de Cruz Alta.

São os primeiros de um total de 168 leitos de UTI que serão abertos, reativados ou que ficarão de retaguarda operacional, para serem habilitadas conforme necessidade, em todo o Rio Grande do Sul. Desse total, está prevista a abertura de 90 novos leitos, fazendo com a ampliação de unidades em UTI SUS passe de 115% – eram 933 leitos antes da Covid e, agora, pode chegar a 2.018.

“Entramos no mês de janeiro com expectativa de um ano de menos dificuldade, mas por menos dificuldades que se tenha, ainda será um ano difícil, porque a pandemia não acabou. A gente tem muita expectativa na vacina e que o programa de imunizações possa começar nos próximos dias no Brasil, mas ainda levará um tempo até que haja imunização em volume suficiente para que o vírus circule menos e, assim, nós tenhamos menos demanda nos hospitais. Por isso, continuamos neste esforço de expansão dos leitos de UTI”, destacou Leite.

Único hospital de alta complexidade na região Covid de Cruz Alta que abriu leitos de UTI durante a pandemia, o Hospital São Vicente de Paulo já havia aberto outros 10 leitos de UTI em maio, portanto, agora, duplica a capacidade de atender pacientes graves com coronavírus. A instituição tem outros 10 leitos clínicos dedicados à Covid.

As duas alas de UTI foram equipadas com camas, monitores e respiradores fornecidos pela Secretaria Estadual da Saúde (SES). Além disso, o governo do Estado se comprometeu com o custeio da diária, de R$ 1,6 mil por leito de UTI, até que o Ministério da Saúde faça a habilitação e inicie os repasses.

Diretor técnico do Hospital São Vicente de Paulo, Sérgio Ruffini destacou o esforço que toda a equipe fez para que pudesse atender ao pedido do governo, já que a instituição foi incluída no Plano de Contingência Estadual para enfrentamento à pandemia.

“Fizemos uma revolução no hospital. Bloqueamos uma área inteira para se tornar um centro de Covid e fizemos uma grande redistribuição interna, sem quebrar paredes, porque entendemos que não somos um mero hospital privado com parceria com o Estado. Somos agentes de política pública com a missão de atender a população. Mesmo sem recursos, se precisar de mais leitos, nós daremos um jeito”, afirmou Ruffini em uma reunião realizada entre o governador, outros integrantes da diretoria, a prefeita de Cruz Alta, Paula Rubin Facco Librelotto, os deputados estaduais Gabriel Souza e Mateus Wesp, a diretora do Departamento de Assistência Hospitalar e Ambulatorial da SES, Lisiane Fagundes, além de outras lideranças locais.

Ainda nesta quarta, o governador segue para Osório, onde faz a entrega de mais 10 leitos de UTI no Hospital São Vicente de Paulo do município. “Estamos comprometidos com o processo de abertura de leitos parta garantir que nenhum gaúcho fique sem atendimento. Mas é importante dizer para toda a população: a pandemia não acabou. Então, é preciso esforço de todos para reduzir o contágio e para que esses leitos sejam menos demandados. Afinal, por mais que a façamos um esforço em expansão, há um limite de estrutura física e de recursos humanos. Por isso, precisamos da colaboração da população, ajudando reduzindo contatos para que a gente possa fazer o vírus circular menos”, complementou Leite.

A seguir, veja o planejamento do Estado para ampliação de leitos:

HOSPITAIS COM LEITOS NOVOS E REATIVADOS

• Hospital São Vicente de Paulo (Cruz Alta) - 10

• Hospital São Vicente de Paulo (Osório) - 10

• Hospital Universitário São Francisco (Pelotas) - 10

• HPS de Porto Alegre - 10

• Hospital Vila Nova (Porto Alegre) - 16

• Hospital Restinga (Porto Alegre) - 10

• Hospital Universitário (Canoas) - 15

• Hospital Beneficência Portuguesa de Porto Alegre - 19

HOSPITAIS COM LEITOS OPERACIONAIS DE RETAGUARDA

• Hospital Cristo Redentor (Porto Alegre) - 18

• Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre - 30

• Hospital de Clínicas (Porto Alegre) - 20

  • Governador inicia novo processo de expansão hospitalar com entrega de 10 leitos de UTI para Covid em Cruz Alta
  • Governador inicia novo processo de expansão hospitalar com entrega de 10 leitos de UTI para Covid em Cruz Alta
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.