RD Online

WhatsApp

55996230597 -- 55999899863 -- 55997318413

Cotricampo
JL MÓVEIS E ESQUADRIAS REDENTORA
Banner Site
Via Tec telecom
Vital Seg Serviços de Segurança do Trabalho e Saúde Ocupacional
CENTER MÓVEIS REDENTORA
Rafa Instalações
JP Celulares Redentora
UNOPAR VESTIBULAR
Anúncio Rádio RD Online
Casa Nova de Redentora
CS CLIMATIZAÇÃO EM TENENTE PORTELA
Gordelícias
Sicredi
C-TEC REDENTORA
ZÉ AUTOMÓVEIS
Cervejaria da Praça
Auto Posto Gemelli
Lemarco
UNOPAR INFE
Ceducar Centro Educacional Carla Renati Andriguetto
Mecânica e Auto Elétrica Pampa

PRF apreende quase uma tonelada e meia de maconha e prende traficante na BR 386

22/11/2020 22h07
Por: Depto de Jornalismo .
Fonte: PRF
Foto: Divulgação/PRF
Foto: Divulgação/PRF

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu quase uma tonelada e meia de maconha que era transportada escondida na carga de milho de uma carreta. O fato aconteceu na noite  deste domingo (22), na BR 386, em Lajeado. Um traficante foi preso.

Durante ação de enfrentamento à criminalidade, com a participação do serviço de inteligência da PRF, os agentes federais abordaram uma carreta com placas do Paraná. Os policiais realizaram buscas no caminhão, encontrando cerca de 1400 quilos de maconha sob a carga de milho. O motorista, de 35 anos e morador do Paraná, admitiu que pegou a droga no mesmo estado, e que seria pago para levá-la até a região metropolitana de Porto Alegre.

O traficante foi preso e encaminhado para a Polícia Federal em Santa Cruz do Sul, assim como a droga e o veículo. A maconha apreendida, após misturada e fracionada, poderia produzir aproximadamente três milhões de cigarros para consumo. Isso significa um prejuízo de aproximadamente um milhão e meio de reais aos criminosos. 

Em outubro, a PRF já havia apreendido três toneladas de maconha em Lajeado. Desde o início do ano, já são mais de 25 toneladas de maconha apreendidas pela PRF no Rio Grande do Sul. 

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.