RD Online
Sicredi
Casa Nova de Redentora
Cervejaria da Praça
CS CLIMATIZAÇÃO EM TENENTE PORTELA
UNOPAR INFE
Ceducar Centro Educacional Carla Renati Andriguetto
Gordelícias
Lemarco
Anúncio Rádio RD Online
CENTER MÓVEIS REDENTORA
Auto Posto Gemelli
UNOPAR VESTIBULAR
Cotricampo
Rafa Instalações
Mecânica e Auto Elétrica Pampa
Vital Seg Serviços de Segurança do Trabalho e Saúde Ocupacional
Banner Site
JP Celulares Redentora
C-TEC REDENTORA
Via Tec telecom
JL MÓVEIS E ESQUADRIAS REDENTORA
ZÉ AUTOMÓVEIS

Meteorito cai em cima de casa e deixa morador milionário

22/11/2020 09h12
Por: Depto de Jornalismo .
Fonte: Com informações do Jornal The Sun
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Já diria o ditado “dinheiro não cai do céu”, porém, para Josua Hutagalung, um morador da Indonésia, esse ditado não se aplica. O fabricante de caixões se tornou um milionário instantâneo, quando um pedaço de meteorito, avaliado em mais de R$ 10 milhões, atingiu o telhado de sua casa. Ele o vendeu e ganhou o que ganharia trabalhando por 30 anos.

De acordo com relatos, acredita-se que a rocha tenha aproximadamente 4,5 bilhões de anos e, de acordo com o preço por grama, está estimada em US$ 1,8 milhões (cerca de R$ 10 milhões em conversão direta).

Josua, de 33 anos, disse que estava trabalhando na rua da frente de casa quando ouviu o estrondo. Ao chegar no local, avistou a rocha espacial de 2,2 kg, com o tamanho aproximado de uma bola de futebol.

“Estava quente demais para pegar, então minha esposa o desenterrou com uma enxada e nós o levamos para dentro”, relatou.

O incidente ocorreu em agosto, mas só agora ganhou destaque na mídia fora da Indonésia. O dinheiro recebido por Josua equivale a 30 anos da sua renda mensal. O valor exato é desconhecido.

Um fragmento do meteorito está à venda no eBay pelo equivalente a R$ 10 milhões. A rocha foi certificada pelo especialista americano Jared Collins. Os especialistas saudaram a rocha espacial de cerca de 4,5 bilhões de anos como uma das descobertas de meteorito mais significativas de todos os tempos, dizendo que ela pode conter elementos que fornecem pistas sobre a origem da vida, segundo noticiou o The Sun.

A rocha foi comprada por um colecionador americano para que seja estudada por cientistas do Centro de Estudos de Meteoritos da Universidade Estadual do Arizona.

Acredita-se que o meteorito seja de um tipo específico que contém algumas informações sobre a formação de vida, como aminoácidos, o que o torna um fragmento estelar muito valioso, principalmente do ponto de vista científico.

A partir de agora, o homem de 33 anos disse que vai usar o dinheiro da descoberta com sua aposentadoria, mas também comentou que vai usar parte do valor para construir uma nova igreja para sua comunidade.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.