RD Online
Banner Site
ZÉ AUTOMÓVEIS
CENTER MÓVEIS REDENTORA
Gordelícias
Casa Nova de Redentora
UNOPAR INFE
Anúncio Rádio RD Online
Cotricampo
JP Celulares Redentora
Sicredi
Mecânica e Auto Elétrica Pampa
JL MÓVEIS E ESQUADRIAS REDENTORA
CS CLIMATIZAÇÃO EM TENENTE PORTELA
Vital Seg Serviços de Segurança do Trabalho e Saúde Ocupacional
UNOPAR VESTIBULAR
Ceducar Centro Educacional Carla Renati Andriguetto
Rafa Instalações
Via Tec telecom
Cervejaria da Praça
Lemarco
C-TEC REDENTORA
Auto Posto Gemelli
CORPO ENCONTRADO

Polícia encontra corpo de dentista desaparecida em Santa Maria

Bárbara Machado Padilha havia sido vista pela última vez no sábado

14/10/2020 17h10Atualizado há 2 semanas
Por: Depto de Jornalismo
Fonte: Gaúcha ZH/Leticia Mendes
Bárbara Machado Padilha, 32 anos, saiu de casa em Tupanciretã em um táxi executivo em direção a Santa Maria - Foto:Arquivo Pessoal / Arquivo Pessoal
Bárbara Machado Padilha, 32 anos, saiu de casa em Tupanciretã em um táxi executivo em direção a Santa Maria - Foto:Arquivo Pessoal / Arquivo Pessoal

O corpo da dentista Bárbara Machado Padilha, 32 anos, que estava desaparecida desde sábado (10), foi encontrado na tarde desta quarta-feira (14). Segundo a Polícia Civil, o cadáver dela estava a 300 metros de um local onde havia sido identificada uma pegada de sapato feminino que poderia ser dela na terça-feira (13).

Ela saiu de casa no sábado, em Tupanciretã em um táxi executivo. A última vez em que foi vista foi na noite do sábado, em um posto de gasolina na entrada de Santa Maria. Câmeras de segurança mostram o momento em que ela compra um picolé e deixa a loja de conveniências.

Sem motivo aparente

A polícia destaca que familiares confirmaram que Bárbara não usa drogas, não tem o costume de ingerir bebidas alcoólicas, tem estabilidade financeira, bom relacionamento com parentes, sem histórico de brigas no casamento nem antecedentes criminais ou inimigos. O marido dela apenas notou, segundo Meinerz, que nos últimos dias antes de sumir a dentista estava mais em silêncio, desmotivada. Ele teria até pensado em procurar ajuda de um psicólogo para a esposa.  

 A investigação descobriu que, na sexta-feira passada, ela tentou pagar por outro táxi executivo para ir até Santa Maria, mas o motorista não aceitou porque ela não quis repassar nome ou qualquer outra informação a respeito do trajeto. Meinerz diz ainda que, nos últimos dias, ela estava se informando sobre o trajeto, valores e transporte entre os dois municípios. As duas principais linhas de investigação sobre o desparecimento, divulgadas até o momento, estão ligadas a problemas psicológicos de Bárbara ou alguma eventual briga com alguém.

Por Gaúcha ZH

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias