RD Online

WhatsApp

55996230597 -- 55999899863 -- 55997318413

JL MÓVEIS E ESQUADRIAS REDENTORA
UNOPAR INFE
Lemarco
Cotricampo
Via Tec telecom
Cervejaria da Praça
Casa Nova de Redentora
UNOPAR VESTIBULAR
C-TEC REDENTORA
Auto Posto Gemelli
Sicredi
Gordelícias
ZÉ AUTOMÓVEIS
Rafa Instalações
CENTER MÓVEIS REDENTORA
Mecânica e Auto Elétrica Pampa
Banner Site
Vital Seg Serviços de Segurança do Trabalho e Saúde Ocupacional
Ceducar Centro Educacional Carla Renati Andriguetto
Anúncio Rádio RD Online
CS CLIMATIZAÇÃO EM TENENTE PORTELA
JP Celulares Redentora
BRASILEIRÃO

Internacional perde a segunda partida consecutiva no Brasileirão

O Inter agora volta suas atenções para a Libertadores, torneio pelo qual recebe, na próxima quarta-feira (23/09), o Grêmio, em partida de abertura do returno continental.

20/09/2020 10h58
Por: Depto de Jornalismo
Fonte: Sport Club Internacional/Site Oficial
Foto:Ricardo Duarte/Internacional
Foto:Ricardo Duarte/Internacional

O Internacional visitou o Fortaleza, na noite de sábado (19/09), para a disputa de partida da 11ª rodada do Brasileirão. Iniciado às 19h, o confronto, realizado no Castelão, teve o 1 a 0 para os mandantes como placar final, gol de Felipe. O Inter agora volta suas atenções para a Libertadores, torneio pelo qual recebe, na próxima quarta-feira (23/09), o Grêmio, em partida de abertura do returno continental.

Etapa inicial movimentada

O Inter iniciou a partida com atitude, apertando a saída de bola cearense e exibindo intensa movimentação na linha de frente. O flanco direito, com Edenilson, Saravia e Leandro Fernández, causou problemas constantes à retaguarda tricolor, que sofria especialmente com o atacante argentino, dono de excelente oportunidade aos 23 da etapa inicial. Pouco depois, Patrick deixou o campo lesionado. Em seu lugar entrou Nonato, deslocando Johnny para o corredor esquerdo. Ato contínuo, Fernández passou a ocupar a faixa canhota, e por ali também criou grande chance, desperdiçada, por detalhe, pelo centroavante Leo Ferreira.

De sua parte, o Fortaleza seguiu fiel ao estilo de jogo do técnico Rogério Ceni. Recusando-se a quebrar bolas no campo de defesa, o Leão do Pici aceitava a pressão colorada, apostando em saídas velozes que pudessem escapar dos atacantes alvirrubros e, assim, criar situações de mano a mano para os velozes Osvaldo, Romarinho e David. Além do trio, o lateral-direito Marlon também assustou com seus rápidos avanços, igualmente incapazes de alterar o escore, que permaneceu em branco quando da chegada do intervalo.

Segundo tempo de confusões da arbitragem

O segundo tempo transcorreu marcado por acidentada atuação de Marielson Alves Silva. Logo aos quatro, o árbitro ignorou pênalti sofrido por Musto, cometido por Paulão. Aos 25, outra penalidade, esta cometida em Leandro Fernández, foi igualmente desconsiderada pela arbitragem.

Dentro de campo, o Inter retornou para os 45 minutos finais criando boas oportunidades, municiadas por D’Alessandro, novidade em relação aos 11 que desceram para os vestiários. No melhor momento do Inter, porém, quem abriu o placar foi o Fortaleza, em chute forte de Felipe que deu números finais ao duelo.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias