RD Online
Gordelícias
ZÉ AUTOMÓVEIS
Lemarco
UNOPAR INFE
Rafa Instalações
Cervejaria da Praça
Cotricampo
TÁXI REDENTORA
Ellas Engenharia
Banner Site
JL MÓVEIS E ESQUADRIAS REDENTORA
Auto Posto Gemelli
JP Celulares Redentora
Casa Nova de Redentora
C-TEC REDENTORA
UNOPAR VESTIBULAR
Anúncio Rádio RD Online
Gráfica Modelo
Vital Seg Serviços de Segurança do Trabalho e Saúde Ocupacional
CENTER MÓVEIS REDENTORA
CS CLIMATIZAÇÃO EM TENENTE PORTELA
Mecânica e Auto Elétrica do Betinho
Macali Brasil
Via Tec telecom
Ceducar Centro Educacional Carla Renati Andriguetto

Procon suspende venda de coleira que impede latido em Santa Catarina

16/09/2020 17h20
Por: Depto de Jornalismo .
Fonte: Portal Aconteceu
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

O Procon estadual notificou um site nacional por oferecer coleiras antilatido e antimordida para cachorros. O órgão de defesa do consumidor apontou risco de que o produto impeça o animal de beber, comer e transpirar, o que pode levar à morte. A empresa poderá ser multada em R$ 1 milhão se continuar vendendo a coleira em Santa Catarina.

O produto em questão é feito em plástico e impede que o animal abra a boca o suficiente para latir. O uso desse tipo de acessório é controverso e divide opiniões entre veterinários e tutores, por isso, o Procon decidiu atuar.

Na semana passada, o órgão notificou a empresa para que informasse se a coleira possui certificação pelo Inmetro e, nesse caso, que fosse esclarecido que raças podem usar o acessório, e se o uso deve ser contínuo ou limitado.

O documento também pedia o detalhamento das medidas do produto, para esclarecer se o animal

Tiago Silva, diretor do Procon SC, explicou que, embora ainda não haja comprovação de que a coleira faça mal aos cães, faltam informações para os consumidores sobre as características e os riscos de utilizar o produto.

A empresa ignorou os questionamentos do Procon de Santa Catarina e não respondeu. Diante disso, o órgão proibiu cautelarmente a venda e divulgação da coleira em todo o Estado.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias