RD Online
Gordelícias
Via Tec telecom
Mecânica e Auto Elétrica do Betinho
CENTER MÓVEIS REDENTORA
UNOPAR INFE
Ellas Engenharia
UNOPAR VESTIBULAR
Gráfica Modelo
Auto Posto Gemelli
Cervejaria da Praça
Cotricampo
JL MÓVEIS E ESQUADRIAS REDENTORA
Vital Seg Serviços de Segurança do Trabalho e Saúde Ocupacional
TÁXI REDENTORA
Lemarco
CS CLIMATIZAÇÃO EM TENENTE PORTELA
Ceducar Centro Educacional Carla Renati Andriguetto
C-TEC REDENTORA
Casa Nova de Redentora
ZÉ AUTOMÓVEIS
Anúncio Rádio RD Online
JP Celulares Redentora
Macali Brasil
Banner Site
Rafa Instalações

Projeto de lei retira obrigação de formação em autoescola para obter CNH

16/09/2020 09h35
Por: Depto de Jornalismo .
Fonte: Com informações da Agência Câmara
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O Projeto de Lei 4474/20 torna facultativa a frequência em autoescolas para a obtenção da Carteira Nacional de Habilitação (CNH). O texto em análise na Câmara dos Deputados altera o Código de Trânsito Brasileiro.

“O projeto permite que a instrução a futuros condutores possa ser feita de forma privada, sem necessidade de o candidato frequentar uma autoescola”, explica o autor do projeto, deputado Kim Kataguiri (DEM-SP). Segundo ele, o objetivo da medida é tornar o processo de obtenção da CNH “menos burocrático e custoso”.

Conforme a proposta, para os exames escritos (legislação de trânsito e primeiros socorros), os órgãos de trânsito deverão oferecer material gratuito em seu sítio eletrônico, permitindo a auto-instrução.

Já para o exame prático de direção, realizado na via pública, a instrução poderá ser feita por instrutor independente, credenciado junto aos órgãos de trânsito.

Ele deverá possuir habilitação na categoria pretendida pelo candidato por no mínimo cinco anos; e não ter sido penalizado, nos últimos cinco anos, com suspensão ou cassação do direito de dirigir, ou ter processo em andamento contra si para essas penalidades; e não ter sido condenado ou estar sendo processado por crime de trânsito.

O veículo utilizado na instrução deverá conter identificação própria da condição de aprendizagem, na forma estabelecida pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran).

Na Câmara, já tramita proposta que torna a formação em autoescola optativa para os candidatos a motorista (PL 3781/19). A proposta tramita em conjunto com mais de 200 outros projetos que alteram o Código de Trânsito (PL 8085/14 e apensados).

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias