RD Online

WhatsApp

55996230597 -- 55999899863 -- 55997318413

JL MÓVEIS E ESQUADRIAS REDENTORA
JP Celulares Redentora
Rafa Instalações
Banner Site
UNOPAR INFE
Cervejaria da Praça
Via Tec telecom
Gordelícias
Ellas Engenharia
Casa Nova de Redentora
Ceducar Centro Educacional Carla Renati Andriguetto
TÁXI REDENTORA
CS CLIMATIZAÇÃO EM TENENTE PORTELA
Gráfica Modelo
Auto Posto Gemelli
Vital Seg Serviços de Segurança do Trabalho e Saúde Ocupacional
Lemarco
ZÉ AUTOMÓVEIS
Mecânica e Auto Elétrica Pampa
UNOPAR VESTIBULAR
CENTER MÓVEIS REDENTORA
Cotricampo
Anúncio Rádio RD Online
Macali Brasil
C-TEC REDENTORA

Maior embarque de animais da história é feito no maior navio boiadeiro do mundo no porto de Rio Grande

14/09/2020 15h28
Por: Depto de Jornalismo .
Fonte: G1
Foto: Reprodução/G1
Foto: Reprodução/G1

O porto gaúcho de Rio Grande fez neste fim de semana o maior embarque de animais vivos da história do terminal.

Para esse feito, foi necessário o maior navio do mundo para o transporte de animais. São 201 metros de comprimento e 32 de largura do boiadeiro turco.

A embarcação atracou no estaleiro inaugurado há dez anos para fabricar plataformas de exploração de petróleo da Petrobras. Sem encomendas, o terminal foi adaptado para o embarque inédito: 26 mil cabeças de gado.

Cem caminhões se revezam em um vai e vem, sem pausa. Das fazendas onde estão confinados, os animais chegam ao porto. Cada animal possui um brinco onde um chip foi instalado. É através dele que os fiscais do Ministério da Agricultura monitoram as condições sanitárias.

“Eu estive agora dentro do navio, eles estão acomodados, estão com alimentação, com água. Assim, está tudo dentro das normas, da legislação”, explica Mariza Costa Santos, auditora-fiscal.

O embarque terminou neste domingo dia 13, mobilizando 150 pessoas por dia. Do Rio Grande do Sul, o navio segue para a Turquia e o Líbano, países consumidores da carne produzida no estado. A viagem deve durar 20 dias.

A exportação do gado vivo é uma exigência dos países do Oriente Médio. Desde 2010, mais de 550 mil animais foram embarcados no porto de Rio Grande.

“Foi possível alcançarmos os parâmetros internacionais de qualidade para exportação. Realmente teve que ter muito planejamento. É extremamente rigoroso. É uma carne que ganha o mundo também por essa característica, que tem controle sanitário de alto padrão”, destaca Fernando Estima, superintendente dos Portos do RS.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias