RD Online
JP Celulares Redentora
Lemarco
Ellas Engenharia
Cotricampo
CENTER MÓVEIS REDENTORA
Auto Posto Gemelli
CS CLIMATIZAÇÃO EM TENENTE PORTELA
Locutor Márcio Schimidt
Auto Posto Gemelli
C-TEC REDENTORA
UNOPAR VESTIBULAR
Vital Seg Serviços de Segurança do Trabalho e Saúde Ocupacional
Via Tec telecom
JL MÓVEIS E ESQUADRIAS REDENTORA
Casa Nova de Redentora
Anúncio Rádio RD Online
Banner Site
Gordelícias
Macali Brasil
Cervejaria da Praça
UNOPAR INFE
JBS S/A
Gráfica Modelo
COMUNICAÇÃO

A alegria de um vendedor ao encontrar um PM que entende e se comunica em LIBRAS

Darlan Gomes, de 40 anos, relatou que era morador do estado do Pará e atualmente vive em Sapucaia do Sul, trabalhando como ambulante.

31/07/2020 11h24
Por: Depto de Jornalismo
Fonte: 33ºBPM
Comunicação em LIBRAS - Foto: Sd Giliard
Comunicação em LIBRAS - Foto: Sd Giliard

Na tarde da última quinta-feira (30/07) durante o policiamento ostensivo e preventivo na Avenida Thedomiro Porto da Fonseca, os policiais militares do 33ºBatalhão de Polícia Militar (33°BPM) foram abordados pelo Senhor Darlan Gomes que atualmente vende produtos na sinaleira, em Sapucaia do Sul.

Notando a dificuldade da comunicação, o Soldado Everton Kirsch, que tem conhecimento em libras iniciou uma tentativa de diálogo, a qual teve êxito e foi recebida com alegria pelo Sr. Darlan.

Darlan Gomes, de 40 anos, relatou que era morador do estado do Pará e atualmente vive em Sapucaia do Sul, trabalhando como ambulante. Ele enfatizou que o pouco que hoje ganha na cidade é muito comparado ao  passado. Também fez questão de mencionar a alegria em encontrar um agente de segurança pública que tenha qualificação nessa área, trazendo mais um benefício à comunidade e um amparo a quem necessita dessa comunicação.

O Soldado kirsch fez seu primeiro curso pela Secretaria Nacional de Segurança Pública (SENASP) e atualmente termina sua qualificação na Feevale. Comentou que além de uma ferramenta cada vez mais útil nos dias atuais é sempre uma satisfação poder ajudar e se comunicar desta maneira, trazendo mais uma alternativa ao policiamento comunitário.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias