RD Online

WhatsApp

55996230597 -- 55999899863 -- 55997318413

Banner Site
Casa Nova de Redentora
UNOPAR INFE
C-TEC ELETRÔNICOS E INFORMÁTICA 2
UNOPAR VESTIBULAR
JBS S/A
PADARIA E CONFEITARIA DOCE SABOR
JP Celulares Redentora
CENTER MÓVEIS REDENTORA
Anúncio Rádio RD Online
Nacional Gás Redentora
Locutor Márcio Schimidt
Móveis Rústicos do Nego Claudio
C-TEC ELETRÔNICOS E INFORMÁTICA
CS CLIMATIZAÇÃO EM TENENTE PORTELA
METALÚRGICA PORTELA
Gráfica Modelo
Cotricampo
JL MÓVEIS E ESQUADRIAS REDENTORA
Ellas Engenharia
Gordelícias
Lemarco
Via Tec telecom
Cervejaria da Praça
Macali Brasil

Polícia prende suspeito de envolvimento em crime com morte de idosa e incêndio em residência no RS

Idosa foi morta a tiros, na sexta-feira (26), e casa onde estava com os netos foi incendiada. Homem de 27 anos não teria ateado fogo nem atirado contra a mulher. Adolescente segue desaparecida.

30/06/2020 09h50
Por: Depto de Jornalismo .
Fonte: G1 RS
Com auxílio de cães farejadores, Brigada Militar busca por adolescente desaparecida em São Marcos — Foto: Marcelo Casagrande/Agência RBS
Com auxílio de cães farejadores, Brigada Militar busca por adolescente desaparecida em São Marcos — Foto: Marcelo Casagrande/Agência RBS

A Polícia Civil prendeu nesta segunda-feira (29) um homem de 29 anos por envolvimento no crime ocorrido na comunidade de Marechal Deodoro, no interior de São Marcos, na serra gaúcha. Na última sexta-feira (26), uma idosa foi morta a tiros, por volta das 18h, e a casa onde morava com os netos foi incendiada.

Segundo o delegado Edinei Márcio Albarello, o suspeito, detido temporariamente por 30 dias, não é o homem que atirou em Irene da Fonseca, de 67 anos, e ateou fogo à residência da família, mas pode ter envolvimento no planejamento da ação.

"É uma pessoa que pode ter participação no crime, pode ter participação no planejamento. Mas ela não é a pessoa que ateou fogo e não tem relação direta com crime", afirma.

De acordo com a polícia, o suposto invasor discutiu com a mulher e atirou. Em seguida, teria colocado fogo na casa.

A adolescente Kauana Santos, de 16 anos, que estava com a avó e um irmão mais novo, foi levada pelo homem. A polícia faz buscas por ela, mas, após cerca de 72 horas, ela segue desaparecida.

O outro neto, um menino de sete anos, conseguiu escapar e relatou a ação à polícia. Conforme o garoto, a irmã foi levada em direção a uma mata.

Marcas de sangue foram encontradas perto da casa. Uma jaqueta, que segundo testemunhas pertence a Kauana, foi encaminhada à perícia também com marcas de sangue.

Os bombeiros fizeram uma busca em um açude que fica perto da casa. Já a polícia ouviu novas testemunhas, mas ainda não sabe qual foi a motivação do crime.

O outro suspeito segue sendo procurado. De acordo com o major Juliano Amaral, subcomandante do 36º Batalhão de Polícia Militar (36º BPM), novas buscas serão feitas nesta terça-feira (30) com o apoio de dois cães farejadores. "Nossa prioridade é localizar a Kauana", afirma.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias