RD Online
Macali Brasil
Nacional Gás Redentora
Móveis Rústicos do Nego Claudio
JP Celulares Redentora
Via Tec telecom
Ellas Engenharia
Banner Site
UNOPAR INFE
Gordelícias
Locutor Márcio Schimidt
Gráfica Modelo
Cervejaria da Praça
PADARIA E CONFEITARIA DOCE SABOR
C-TEC ELETRÔNICOS E INFORMÁTICA 2
C-TEC ELETRÔNICOS E INFORMÁTICA
Anúncio Rádio RD Online
Lemarco
UNOPAR VESTIBULAR
JBS S/A
Casa Nova de Redentora
METALÚRGICA PORTELA
JL MÓVEIS E ESQUADRIAS REDENTORA
CENTER MÓVEIS REDENTORA
CS CLIMATIZAÇÃO EM TENENTE PORTELA
Cotricampo

Mulher baleada pelo ex “ressuscita” de morte cerebral constatada por médicos

Segundo o pai da jovem, ele havia feito uma oração minutos antes

11/02/2020 12h46Atualizado há 5 meses
Por:
Fonte: Com informações de "O Livre"
Foto: Divulgação /Redes sociais
Foto: Divulgação /Redes sociais

A jovem Karina Souto, de 29 anos, que foi baleada nos rosto pelo ex-namorado, teve a morte cerebral constatada no hospital ao qual foi socorrida. No entanto, quando os médicos estavam prestes a desligar os aparelhos no último dia 4, a mulher reagiu, mexendo as mãos. Apesar do estado de saúde dela ser grave, novos exames mostram que o quadro é reversível. As informações são do portal O Livre, de Mato Grosso.

De acordo com o pai da vítima, ele havia feito uma oração 10 minutos antes de receber a notícia que a filha havia reagido. A mulher foi levada de volta para uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI), onde segue internada. Segundo O Livre, ela não fala, mas já abriu os olhos e reage às pessoas ao seu redor.

Karina foi baleada no último dia 1º por Baltazar Augusto de Menezes, de 58 anos. O crime aconteceu após a mulher se recusar a reatar o namoro. Depois de atirar, o suspeito se matou com um tiro na cabeça, em Nova Xavantina, no Mato Grosso.

Segundo a polícia civil, Baltazar atirou no rosto de Karina e depois disparou contra a própria cabeça. O caso foi registrado como tentativa de homicídio e suicídio.

A mulher estava com um grupo de pessoas na casa de uma amiga na cidade, quando Baltazar chegou e começou a discussão com a ex-namorada. Testemunhas dizem que depois da  jovem disse não ao suspeito, ele foi até o carro para guardar um presente devolvido por Karina e pegou uma arma para cometer o crime e em seguida o suicídio.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias