RD Online
UNOPAR INFE
Cervejaria da Praça
UNOPAR VESTIBULAR
Via Tec telecom
PADARIA E CONFEITARIA DOCE SABOR
C-TEC ELETRÔNICOS E INFORMÁTICA
Anúncio Rádio RD Online
JP Celulares Redentora
METALÚRGICA PORTELA
Banner Site
CENTER MÓVEIS REDENTORA
Gugui Confecções
JL MÓVEIS E ESQUADRIAS REDENTORA
Gráfica Modelo
Macali Brasil
C-TEC ELETRÔNICOS E INFORMÁTICA 2
Raynet Telecomunicações
TELE ENTREGA DE GÁS E BEBIDAS DO JAIRO
CS CLIMATIZAÇÃO EM TENENTE PORTELA
Nacional Gás Redentora
Móveis Rústicos do Nego Claudio

RS tem mais dois casos suspeitos de coronavírus

Homem, de 54 anos, é morador de Hong Kong e, mulher, de 27 anos, viajou para a China.

31/01/2020 09h04
Por: Josoel Silvestre
Fonte: G1 RS
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

A Secretaria da Saúde do Rio Grande do Sul confirmou dois casos suspeitos de coronavírus no estado nesta quinta-feira (30). Os pacientes são de Novo Hamburgo e Gravataí. No Brasil, são nove suspeitas em investigação, conforme o Ministério da Saúde.

Os balanços do governo federal e das secretarias estaduais ou municipais podem ter números diferentes. Eventuais divergências ocorrem porque os boletins diários, que são informados diariamente às 16h, se baseiam em informações coletadas até o meio-dia. Segundo o ministério, notificações enviadas após o meio-dia constarão no boletim do dia seguinte.

Outras quatro suspeitas do Rio Grande do Sul já foram descartadas. Duas eram em São Leopoldo e duas em Dois Irmãos. Um dos casos de São Leopoldo teve diagnóstico de H1N1.

Em Novo Hamburgo, o paciente é um homem de 54 anos, morador de Hong Kong, que está visitando a cidade e apresentou os sintomas.

"O homem apresentou quadro de dor de garganta na última terça-feira, 28, e foi examinado por infectologistas da rede municipal de saúde. O paciente segue monitorado e apresenta melhora em seu quadro de saúde", informa a prefeitura da cidade.

O diagnóstico do paciente chegou a ser excluído inicialmente de acordo com a Secretaria de Saúde, mas demonstrou evolução clínica que apontou a suspeita da doença, e voltou a ser contabilizado oficialmente.

Já o caso de Gravataí é de uma mulher de 27 anos que visitou a China, diz a Secretaria Estadual de Saúde. A Prefeitura de Gravataí, no entanto, informa que o caso já foi descartado, e deve ser excluído do novo boletim da Secretaria Estadual de Saúde.

Ambos tiveram febre junto a um sintoma respiratório (tosse ou dificuldade de respirar), e estão em isolamento domiciliar.

Os casos suspeitos já estão em análise pelo Laboratório Central do Estado (Lacen). Amostras de secreção respiratória dos pacientes também foram encaminhadas para o laboratório de referência para análise do coronavírus, a Fiocruz no Rio de Janeiro.

É considerado suspeito pelo Ministério da Saúde a pessoa que nos últimos 14 dias tenha viajado para a China e que venha a apresentar febre acompanhada de algum sintoma respiratório (tosse ou dificuldade para respirar) ou aquela pessoa que tenha tido contato com um caso suspeito e também tenha apresentado esse quadro clínico.