RD Online
Anúncio Rádio RD Online
PADARIA E CONFEITARIA DOCE SABOR
METALÚRGICA PORTELA
TELE ENTREGA DE GÁS E BEBIDAS DO JAIRO
Móveis Rústicos do Nego Claudio
JL MÓVEIS E ESQUADRIAS REDENTORA
Via Tec telecom
CS CLIMATIZAÇÃO EM TENENTE PORTELA
Cervejaria da Praça
C-TEC ELETRÔNICOS E INFORMÁTICA 2
Nacional Gás Redentora
Gugui Confecções
Gráfica Modelo
Macali Brasil
Banner Site
UNOPAR VESTIBULAR
Raynet Telecomunicações
CENTER MÓVEIS REDENTORA
UNOPAR INFE
JP Celulares Redentora
C-TEC ELETRÔNICOS E INFORMÁTICA
Ellas Engenharia

Estrada Iluminada: Nem tudo que pedimos a Ele nos fará evoluir!

13/12/2019 09h01Atualizado há 2 meses
Por: NILTON MOREIRA

Somos eternos pedintes como sempre proferia em suas preces uma amiga com a qual aprendi

muito espiritualmente. De fato quando “o calo aperta” ou “as coisas se complicam” como muitos dizem,

lembramo-nos de Deus e passamos então a pedir em forma de orações.

Para nós, qualquer acontecimento que fuja a rotina e nos atinja é motivo de abalo, e

constatamos que somos muito frágeis, tanto no que diz respeito ao emocional como ao físico. Basta

pequena alteração de temperatura do corpo e já nos desarmonizamos.

O recorrer ao Criador em preces é o caminho que seguimos, e paralelamente procuramos

profissional da área de saúde para recebermos o diagnóstico.

Mas não é só nas questões de saúde que recorremos ao Pai Maior. Também elevamos o

pensamento quando atravessamos dificuldades financeiras ou que envolvem relacionamentos humano

e situações desconfortantes.

É certo que Deus sempre recebe nossas súplicas, já que não cai uma folha que não seja pela

vontade Dele, mas atender nossas reivindicações já é algo mais delicado, pois que muitas vezes nossos

pedidos estão em desproporção ou não farão bem a nós.

Dizemos que o pedido está em desproporção quando almejamos algo que excede o que

merecemos em razão de algo que nos acometeu, ou deixamos de receber o socorro na medida em que

pedimos, ou conclusão de algo que estamos necessitados, quando isto não somará para nosso

engrandecimento moral aqui na Terra, ou que poderia nos ser benéfico no primeiro momento, mas logo

ali adiante serviria para nos prejudicar.

Por isso é bom que nos momentos difíceis ou angustiosos, saibamos ser coerentes e almejemos

a Providência Divina dentro de proporções possíveis de serem atendidas, para que não nos frustremos.

O Arquiteto do Universo sabe o que é bom para nós. Numa das psicografias do escritor Chico

Xavier, podemos constatar que normalmente Deus envia a nós o socorro, mesmo antes de solicitarmos

em oração.

É importante que tenhamos o hábito de refletirmos e de praticarmos orações regularmente. Isso

possibilita que nos envolvamos fluidicamente numa atmosfera salutar, que possibilitará que muitas

situações desagradáveis não nos acometam, pois muitos problemas são gerados por nós mesmos ao

longo desta vida, em razão de invigilância.

É correto dizer que nem tudo que pedimos a Ele nos fará evoluir, pois se estamos num Planeta

onde ainda predomina o mal, podemos avalizar o nível de vida a que estamos inseridos.

Que possamos todos saber pedir e merecer ganhar.